quarta-feira, 8 de julho de 2015

Inférnia

Inférnia

agora eu sei
o que é poesia concreta.
passo os dias
sem sair da cama
(de modo a não virar
o disco)
escrevendo

a parede do teto.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

"Um Dia é Tudo" (Sérgio Duboc, Vicente Sá e Flávio Faria)





Um dia é tudo
(Duba, Vina e Flávio Faria)

acho que deve ser assim
tanto pra voltar quanto pra ir
o passo é menor que o espaço
um gesto sempre antes
de estender a mão

um dia é tudo que eu
preciso pra viver
um dia é tudo que eu peço

um dia é tudo que eu
preciso pra viver
um dia é tudo

pra mim e pra você
vai ser assim
tanto pra chorar
quanto pra sorrir
não estou cansado
nem quero paz
eu quero é ser feliz
enquanto der

nessa cidade um trem eterno
nos traz e leva e ninguém vê
nosso lugar está marcado
e um dia meu amor

é tudo que eu peço pra viver
é tudo que eu peço pra viver

um dia é tudo que eu
preciso pra viver
um dia é tudo

Canoa, Canoa (Nelson Ângelo / Fernando Brant) por Alice

https://soundcloud.com/fabriziomorelo/canoa-canoa-por-alice-em

sábado, 11 de janeiro de 2014

disse me disse (Sérgio Duboc, Vicente Sá e Fabrízio Morelo)

https://soundcloud.com/fabriziomorelo/deixa-de-disse-me-disse-duboc


Disse me disse
(Sérgio Duboc, Vicente Sá e Fabrízio Morelo)

a gente vive de artesanato
e aprende a fazer pão
descola um troco tocando guitarra
ou faz um samba-canção

deixa de disse-me disse, Alice
que o papo agora é sério
perde a razão quem resiste, Alice
ao amor e seus mistérios

deixa de disse-me-disse, Alice
que eu tô falando contigo
não tem lugar na plateia amanhã
vamos correr perigo

andar sem medo por qualquer lugar
o vento não tem destino
porque cantar é viver e voar
como sonho de menino

deixa de disse me disse, Alice
que a vida não espera
o amor não tolera tolice
se vacilar, já era.

a vida é tudo e agora, Alice
você fica ou continua
chega de papo, de disse-me-disse
essa decisão é sua

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Cena

Cena

Interna de hábito –
escritório de casa –
mais de três da manhã –
todos dormem.
Menos eu que acabo
de chegar em casa
no dia de todos
os santos com três
guardanapos no bolso.

O primeiro diz juntar
os cacos e ir embora.
O segundo, eu jamais admintiria.
O terceiro, não sei dizer.
Puro capricho.

Minha irmã mais velha
tentou me ensinar caligrafia.
Logo desistiu.
Cada um sabe de si.

Ela sabe de mim.